Arquivo da tag: fenômeno

Ronaldo Fenômeno – Cronologia de um Vexame

Depois do furdunço sempre vem o abafa. Ronaldo, o “fenômeno” (Há!), soltou nota oficial sobre o vexame a extorsão de que foi vítima e diz que vai voltar pra Europa para se tratar do joelho em paz. O Pica acha difícil, porque quando o sujeito é famoso no mundo todo, seus bafons também correm o globodeu no motel, deu na BBC, deu na Reuters, não há mais pra onde fugir! Mas óquei, vamos ao comunicado:

Diante dos últimos acontecimentos, é necessário esclarecer primeiramente que não foi registrada nenhuma queixa-crime contra o atleta Ronaldo, o que encerra qualquer possibilidade de o jogador comparecer à delegacia. Militante de causas sociais, Ronaldo jamais foi usuário de drogas, sendo sempre idolatrado e admirado por crianças e adolescentes do Brasil e do mundo. Os indícios apontam para uma tentativa de extorsão, onde o atacante do Milan é a única vítima e, se necessário, tomará as atitudes cabíveis.

Vai, Ronaldo, vai, mas vai mesmo. Só toma cuidado com esse negócio de “ser idolatrado por crianças e adolescentes” já deu muita dor de cabeça a Michael Jackson.

***

Mas o melhor é que, enquanto o jogador se defende sem dizer palavra sobre os travecos, estes já se ofereceram, via “empresário”, para posar em uma revista gay. Liberdade de expressão é ou não é o máximo?!

2 Comentários

Arquivado em Falta, juizão!, pela piada, pior que apanhar na rua

Ronaldo e os travecos

O Pica ADOURA um escândalo, principalmente quando ele tem força suficiente para atravessar o oceano e repercutir lá no Velho Continente. Nesse caso, falamos do quiprocó que envolve Ronaldo Nazário e mais três travestis, “liderados” por André Luís/Andréia Albertino, que chamou a polícia para acusar o “fenômeno” (Há!) de não ter pago o serviço prestado.

 
Frame do vídeo que mostra Ronaldo saindo do motel, e que Andréia Golpista-mor Albertino gravou pelo celular

O trio de travas jura de giletes juntas que Ronaldo recebeu o serviço, cheirou pó e não quis pagar. O fenômeno (Há!), por sua vez, confessa que queria sim um pouco de diversão heterodoxa E heterossexual, e que por isso colheu três ‘moçoilas’ trabalhadoras em Copacabana. Mas o jogador jura de joelhinhos juntos que quando percebeu que aquela Fanta era Coca, correu sem olhar pra trás e por isso não há serviço a ser pago.

(A gente jura que põe uma mão na barriga pra segurar a Berenice o diafragma, e com a outra aponta e ri)

O delegado é bem aparecidinho – se convocou coletiva, o próximo passo contratar assessor de imprensa – mas é sensato. Diz que acredita que seja mesmo extorsão, porque a trava filmou o Ronaldo, cassou os documentos do carro do jogador, acusou a existência de um pó do qual não há vestígios e fugiu no meio do depoimento. Mas por outro lado, o delega tomba até a cabecinha – numa vibe mezzo constrangido mezzo compreensivo – para falar que o jogador tem direito de sair com quem bem entende e que não há crime nisso.

A gente concorda, crime não há! Há muitas piadas. Desde o caso Cabrini que eu não me divertia tanto. Só quem tá se divertindo tanto quanto o Pica são os torcedores italianos que, como nós, não sabem se gostam mais de futebol ou de scandalo sessuale. Importantes jornais do país discutiram o assunto, e o vídeo feito pela golpista Andréia foi parar na TV local:

Reparem que na reportagem ele está usando aquela camisa com o negativo da cara dele, que o Pica já detectou tratar-se de egocentrismo na veia.

7 Comentários

Arquivado em Falta, juizão!, picaneca, picaretas

Bolada no queixo

Ronaldo, dono dos joelhos mais bicha-dos da história do futebol mundial, está encrencado.

Acontece que André Luís Ribeiro, travesti cujo nome de guerra é Andréa Albertino, chamou a polícia e prestou queixa contra o jogador. Ele diz que o “fenômeno” (Há!) não quis pagar pelo programa encomendado e realizado na madrugada de domingo para segunda.

O jogador foi pessoalmente à delegacia e defendeu-se dizendo ter sido vítima de um golpe. Via assessoria de imprensa, Ronaldo diz que não vai falar sobre o caso.


Sentiu a intimidade com o microfone?

Mas, felizmente, o delegado responsável pelo caso é mais do estilinho do Pica, e diz que vai convocar uma coletiva de imprensa loguinho mais. E agora o Pica quer saber: teve entrada dura por trás? Bolada no queixo dói? Caiu na rede é peixe ou peixa? E o travesti, acertou no pau? 

 

2 Comentários

Arquivado em Falta, juizão!, picaretas